sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Verão X Inverno

Imagem do Google


Da mesma forma que, tão logo saímos das fraldas, somos obrigados a decidir para a vida toda se somos gremistas ou colorados, aqui no Rio Grande do Sul temos de nos posicionar quanto à preferência: verão ou inverno.

Na infância, não tenho dúvidas, o verão é tudo na vida de uma pessoa. Quem, aos cinco anos, está preocupado se o mar é marrom chocolatão ou se é verde azulado transparente, e  fica lindo nas fotos? Por sinal, nessa idade tudo que não se quer é gastar minutos preciosos fazendo pose pra foto ficar bonita no instagram. A vida é pra ser vivida, não precisa ser registrada.

Mas... A gente vai crescendo e  ouvindo aquelas histórias de que nada se compara a elegância europeia. Para quem tem Gramado e Canela bem ao lado, é praticamente um insulto não amar o inverno acima de todas as estações. De fato, nossa Serra supera infinitamente, na beleza da paisagem, o nosso litoral... É o que os cartões postais dizem por aí, mas bem sabemos que conceito de beleza é coisa relativa.

Fato é que, em algum momento da vida, nos bandeamos para o lado do inverno, ostentamos elegância em poses românticas, sonhando com uma neve que raramente aparece por aqui. Charmosas, com toda certeza. Bem vestidas. Pelo menos é o que dizem as fotos, pois nessa época vivemos essencialmente para os registros, pouco importando se a parte não registrada de nosso dia é passada apaticamente, devido ao frio, debaixo do edredom.

Finalmente, estamos aptas a decidir, com conhecimento de causa, se nos identificamos com verão ou com inverno. Não adianta citar outono ou primavera, seria o mesmo que incluir um terceiro time no meio de um grenal: tudo bem, você também simpatiza com Juventude, mas você é Grêmio ou Inter? Não há posição neutra.

Portanto, ser gaúcho é ser radical, de um extremo a outro. Para cá ou para lá, Maragato ou Chimango.  Tampouco fugi eu a tradição local: nasci sob a ditadura gremista, mas tão logo me vi gente, proclamei-me colorada. Revolucionária desde a tenra idade...

Perambulei, também, entre inverno e verão. Pequena e criada distante do litoral, amava os banhos de sanga, possíveis apenas no verão. Até fiz tentativa inversa, aos 4 anos, ao entrar no riacho perto de casa, acompanhada da prima Sandra, usando calças de lã... Não funcionou muito bem, parece que nossas mães não gostaram da invenção.

Crescida, encafifei com os charmosos cachecois, jurava amar o inverno de paixão. Ostentava não ver a hora de puxar a coleção de casacos, sob os quais  passaria os dias tremendo e proclamando: que delícia de estação, adoro acordar cedo e ir à aula, sou pura disposição!  E passar os dias com os pés congelados, então, que incrível sensação! Mas nada se compara a sentir o vento minuano assoviando nos meus ouvidos, com aquele bafo congelante bem na minha cara – é um prazer inenarrável!

Não sei por quanto tempo  enganei a mim mesma com argumentos tão convincentes.  Hoje em nada me interessa a gélida elegância, quero mais é sol e mar, aproveitados com moderação. Tomei partido, sou luz solar, sou areia sob os pés, sou verão. Sou limonada, água de coco, banho de cachoeira. Sou energia que nunca acaba, de dias que começam cedo e terminam tarde. Sou maresia, calor humano, empolgação.

Sou e pronto. E cada um que seja conforme sente, pensa, acredita, e não por mera ostentação.

Suzy Rhoden


7 comentários:

  1. Suzy, nem sei se devo comentar agora. Talvez, eu devesse voltar aqui com o inverno instalado!
    É que minha pele sente um cansaço do calor excessivo na cidade cimentada onde a chuva não chega no fim da tarde para refrescar a noite. E olhe que sou solar, tendo como cor predileta o laranja, mas chego a estar saudosista de um grosso cachecol de lã.
    Na verdade faz-me falta mesmo é um bom marzão, seja ele achocolatado ou verde esmeralda!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Adorei!
    Aguardo o livro com as melhores crônicas de Suzy Rhonden.
    Obs.: autografado
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Adorei!
    Aguardo o livro com as melhores crônicas de Suzy Rhonden.
    Obs.: autografado
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Suzy, eu sou do verão quando estou na praia,rs

    Quando chego nessa cidade horrorosa em que sou obrigada a viver,gostaria de um interruptor e que trouxesse de volta a meia estação eterna. Assim, nem muito calor, nem muito frio!

    beijos, lindo resto de verão,chica

    ResponderExcluir
  5. Querida amiga

    Além de recolher a inspiração
    deste maravilhoso espaço
    de sentimentos e amizade,
    aproveito a visita para convidá-la
    a partilhar a alegria,
    de ouvir um poema de minha autoria
    musicado em Minas Gerais.

    O mesmo se encontra no meu blog
    www.sonhosdeumprofessor.blogspot.com.br

    e para mim,
    ter este poema
    escutado por pessoas
    que fazem do mundo virtual,
    um mundo melhor,
    será um tributo a felicidade.

    ResponderExcluir
  6. Ao visitar alguns blogs me deparei com o seu, e quero dar-lhe os parabéns por partilhar o seu saber, gostei por isso deixo aqui um convite:
    Ficaria radiante se visita-se o meu blog, e leia alguma coisa, meu blog é um blog cristão que fala de diversos assuntos.
    É o Peregrino E Servo.
    Desejo muita paz e saúde.
    http://peregrinoeservoantoniobatalha.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  7. Querida amiga

    E que a vida
    seja a celebração
    de tudo aquilo
    que nos traz
    a alegria da liberdade de ser
    o que se deseja ser...

    ___________________________________
    “Um sonho é uma parte de nós
    onde está guardada a semente da esperança.
    Cuidar desta semente é a minha,
    a sua, a nossa missão na vida.”

    Aluísio Cavalcante Jr.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...